Larissa Manoela reflete sobre mudança na carreira após assumir controle total sobre negócios depois de briga com os pais: 'Sempre foi um sonho'
02/04/2024

PUBLICIDADE

Larissa Manoela agora lê todos os seus contratos. Depois da grande briga que teve com os pais, por causa do controle excessivo que eles tinham sobre sua carreira e dinheiro, a atriz admite que sempre foi um sonho estar à frente dos seus negócios e reconheceu a importância do trabalho em equipe para tomar decisões importantes. Em entrevista ao Universa, do Uol, divulgada nesta terça-feira (02), a artista comentou como foi assumir o controle dos seus negócios por conta própria. "Sempre foi um sonho ocupar esse lugar, porque sou muito interessada pelo que acontece nesse universo dos negócios. Para mim, foi uma imersão, o que demanda tempo e é muito desafiador, mas não tenho vergonha de perguntar para aprender e expandir meu campo de visão", disparou.

PUBLICIDADE

"Gosto muito de ouvir a opinião de todos antes de formar a minha. Tenho uma posição de muita responsabilidade e preciso ter esse conhecimento para ocupá-la. Mas sempre me coloco em uma posição de igual para igual com todos, porque acredito que não somos nada sem uma equipe. Gosto de trocar com o meu time e entender o que eles pensam, se estão felizes...", acrescentou na sequência. "Delego muitas demandas também, porque o meio artístico me consome bastante, mas é o que mais amo fazer. Adoro estar em frente às câmeras ou no palco. E agora gosto de saber o que rola por trás de tudo isso." E exaltou: "Leio todos os meus contratos, assino tudo, posto nas minhas próprias redes sociais, faço minhas legendas, escolho as fotos. E tudo de maneira muito especial.

PUBLICIDADE

Vejo que o reconhecimento que recebo é um esforço do trabalho em equipe". Na mesma conversa, a paranaense revelou ter muita vontade de ser mãe e contou que já está realizando acompanhamento ginecológico para que isso seja possível, visto que ela tem endometriose. "Sei que ela não vai me impedir de engravidar, mas não quero adiar muito, por isso tenho que planejar os próximos anos", explicou. "Não é um plano para agora, mas para daqui cerca de três anos. O tempo passa muito rápido, por isso preciso pensar, assim como mulheres que gerem seus negócios, a longo prazo." "A maternidade precisa entrar nos meus planos, porque tenho desejo de ter uma família grande, mas isso demanda tempo. E quando acontecer, quero desacelerar. Estou ativa o tempo todo, com meus trabalhos e com a empresa. Não quero parar, porque não conseguiria, não sei viver sem minha profissão, mas vou precisar equilibrar as atividades", concluiu.

PUBLICIDADE

AD
Artigo
Vídeos
Flash news