Grupo Globo nega pagamento de fiança para Daniel Alves; leia o comunicado.
31/03/2024

PUBLICIDADE

Neste domingo (31), a jornalista espanhola Marisa Blázquez, do canal Telecinco, trouxe à tona uma informação: a revista Quem, pertencente ao Grupo Globo, teria sido responsável pelo pagamento da fiança milionária que garantiu a liberdade provisória do ex-jogador Daniel Alves. Em comunicado, a empresa negou a informação. "Sobre a fake news que está sendo compartilhada de que a Quem teria arcado com a fiança do jogador Daniel Alves, gostaríamos de esclarecer que ela não corresponde a verdade e não pagamos por qualquer reportagem produzida, dado seu caráter jornalístico", diz a Globo em comunicado publicado no Jornal O Globo.

E completou: "Também nunca fomos procurados por Marisa Martín Blázquez, do programa 'Fiesta', da TV espanhola, para confirmação da veracidade das informações.

PUBLICIDADE

Seguimos acreditando que o bom jornalismo jamais terá espaço para reportagens pagas."

O ex-lateral-direito da seleção brasileira foi condenado a quatro anos de prisão pelo crime de estupro, desencadeando uma série de eventos que levaram à sua liberação mediante o pagamento de uma quantia de um milhão de euros, equivalente a cerca de R$ 5,4 milhões. A decisão judicial que permitiu sua saída da prisão ocorreu em 25 de março, após o cumprimento dos requisitos financeiros estabelecidos.

PUBLICIDADE

AD
Artigo
Vídeos
Flash news